Medicamento aumenta resistência contra câncer de mama

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 9 de outubro de 2003 as 18:49, por: cdb

Um medicamento contra o câncer de mama, administrado após o primeiro tratamento com tamoxifeno, se mostrou muito eficaz no aumento da resistência das pacientes a uma volta da doença, segundo estudo internacional divulgado nesta quinta-feira por uma médica americana.

O medicamento, chamado letrozole, suprime a produção de estrogênio, o que pode melhorar o tratamento após cinco anos de terapia com o tamoxifeno.

O tamoxifeno, por sua vez, atua contra cânceres cujo crescimento é estimulado pela ação do estrogênio. No estudo, feito com 5.187 mulheres na menopausa, a taxa de resistência sem a doença durante quatro anos naquelas que se submeteram ao tratamento com o letrozole, após terapia com tamoxifeno, foi de 93% contra 87% para as mulheres que seguiram o tratamento só com este último.

O tratamento com o novo medicamento é acompanhado de uma ligeira alta nos casos de osteoporose (5,8% nas mulheres que seguiram as duas terapias e 4,5% nas que seguiram apenas a primeira).

Os pesquisadores concluíram que os dois tratamentos em conjunto “aumentam significativamente os casos de mulheres com maior resistência a esta doença”, segundo os trabalhos que serão publicados na revista New England Journal of Medicine no próximo 6 de novembro.