MC Marcinho foi transferido de hospital em estado grave

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 3 de abril de 2006 as 12:54, por: cdb

Com o estado de saúde considerado grave pelos médicos que o atenderam, Marcio André Nepumuceno, o MC Marcinho, foi transferido na manhã desta segunda-feira do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, para o Hospital QuintaD’Or, em São Cristóvão. O corpo de João Carlos Garcia, primo do artista, foi enterrado às 10h, no Cemitério de Campo Grande. O motorista da van, Eduardo Vieira Gomes, de 30 anos, foi sepultado às 9h30m no Cemitério de São Gonçalo. Ambos morreram em acidente, na madrugada de domingo.

Houve uma colisão entre a van com o grupo e um ônibus, no quilômetro 185 da Rodovia Presidente Dutra. Os passageiros da van seguiam para um show em Penedo, no interior do Estado do Rio, após outra apresentação em Japuiba, próximo a Angra dos Reis, quando Eduardo Vieira perdeu o controle do veículo ao bater no ônibus que estava estacionado no acostamento. Três outras pessoas ficaram feridas, inclusive o cantor, que está com o tornozelo dilacerado e corre o risco de perder um dos pés. Ele também apresenta escoriações por todo o corpo.

Testemunhas do acidente disseram que o motorista da van, Vieira Gomes, seguia em alta velocidade, perto dos 160 km/h, quando perdeu o controle do veículo, por volta das 2h, possivelmente devido ao asfalto escorregadio e às condições dos pneus do carro, que derrapou e bateu contra a quina traseira do ônibus que estava parado, a espera de manutenção.

A violência do impacto foi tão grande que rasgou a lataria da van do assoalho ao teto, além de destruir a frente do automóvel e imprensar o motorista contra as ferragens. Eduardo Gomes morreu na hora. Os bancos trazeiros também se desprenderam e imobilizaram os outros passageiros, que integram a equipe de som do MC Marcinho.