Maria Aparecida, com o neto Paulo Henrique: “quero colaborar com a qualidade da escola do meu bairro”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 15:28, por: cdb

Maria Aparecida, com o neto Paulo Henrique: “quero colaborar com a qualidade da escola do meu bairro”

Valter Pereira/PMJ

Rede municipal realiza eleição para Conselhos de Escola

A rede municipal de ensino infantil e fundamental de Jacareí realiza na quarta e quinta-feira (28 e 29) a eleição para Conselhos de Escola. Por meio de voto direto, 1.396 candidatos — entre alunos, professores, pais e representantes da comunidade – disputam 800 vagas. No primeiro dia, as eleições são para professores, alunos e funcionários. E na quinta-feira é a vez dos pais e representantes da comunidade.
    A iniciativa da Secretaria Municipal de Educação tem como foco incentivar a participação da comunidade na gestão escolar. “O Conselho de Escola é um instrumento importante para que os pais acompanhem melhor a vida escolar dos filhos. Uma comunidade ativa e participativa contribui com a qualidade de ensino”, diz o secretário municipal de Educação João Roberto de Costa e Souza.
    Segundo o secretário, a expectativa é que cerca de 13 mil pessoas participem do processo de votação. “Em Jacareí, o Conselho de Escola é uma questão levada muito a sério. Não é o diretor quem escolhe os conselheiros. A participação é democrática, envolvendo toda a comunidade. Seguindo a orientação do MEC (Ministério da Educação), realizamos a primeira eleição, com voto direto, em 2010. Naquele ano, foram 10.800 pessoas envolvidas na votação. Para este ano, a expectativa é de 13 mil pessoas”, comenta.
    Urnas — Para a votação, a Secretaria de Educação conta com a colaboração do Cartório Eleitoral de Jacareí, que emprestou 60 urnas (modelo antigo de cédulas), onde serão depositados os votos. A apuração é na sexta-feira (30).
    De acordo com o regulamento do Conselho de Escola, a quantidade de conselheiros depende da quantidade de alunos de cada estabelecimento. A Emef Barão de Jacareí (bairro do São João), por exemplo, tem o maior número de alunos da rede municipal da cidade, com aproximadamente mil alunos, e pode eleger 24 conselheiros. Já a Emef Jorge Vieira (bairro Varadouro), que atende 120 alunos, deve eleger 10  conselheiros.
    “Cada segmento elege seu representante. Aluno vota em aluno, professor em professor, pais em pais e comunidade em comunidade”, esclarece o articulador de Conselhos de Escola, Almir Santos Gonçalves. “É importante ressaltar que a função de conselheiro é voluntária e sem remuneração. Os participantes, porém, contribuem para a melhoria da qualidade do ensino, fazendo da escola um espaço de gestão democrática”, complementa.
    A rede municipal de ensino de Jacareí atende aproximadamente 20 mil alunos, em 27 Emefs, 31 Emeis e mais três creches, além de outras oito conveniadas.
    Campanha – Entre 5 e 16 de março foram feitas as inscrições dos candidatos. A etapa seguinte, de 19 a 23, foi a de “campanha eleitoral”, período em que as escolas aproveitaram para chamar a atenção dos eleitores. Na Emef Adélia Monteiro, por exemplo, foi montado um painel com fotos dos candidatos. “Tivemos o ‘horário eleitoral gratuito’, quando os candidatos fizeram campanha nas salas de aula”, conta a diretora Leonor Máximo Fogaça.
    A técnica em enfermagem Maria Aparecida Ferreira, uma das candidatas que aparece no painel, diz que não quer fazer parte do Conselho de Escola “só por causa do neto”, Paulo Henrique Santos Caetano, 7 anos, que estuda na Emef. “Quero colaborar com a qualidade da escola do meu bairro. Sei que o Conselho tem papel importante nas decisões da escola”, diz Maria Aparecida, que mora no Campo Grande há 42 anos.
    Já o estudante Murilo Amaral, 8 anos, é um dos candidatos ao Conselho de Escola no segmento aluno. “Tenho um monte de propostas”, garante. “Uma delas é implantar o campeonato de pebolim. E também acho importante conscientizar os alunos a não jogar, principalmente, restos de alimentos em qualquer lugar”, declara.
    (Rosana Antunes)