Marcha da Maconha ? Press Release 2011 ? Temos rosto e somos muitos!

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 15 de maio de 2011 as 12:40, por: cdb

Por http://blog.marchadamaconha.org/ 15/05/2011 às 15:17

Temos rosto e somos muitos!

Ao contrário do que disse o senador Magno Malta, entre outros políticos que se manifestaram recentemente pela proibição da Marcha da Maconha, a Marcha da Maconha que ocorrerá no mês de Maio em mais de 19 cidades pelo Brasil têm rosto, nome e sobrenome. Amparados pela Constituição Federal, diversas pessoas, grupos, coletivos, organizam a Marcha da Maconha em suas cidades. A Marcha da Maconha não pratica apologia a qualquer tipo de crime, mas sim luta por direitos
garantidos a todos brasileiros que é pedir, dialogar e lutar por mudanças na legislação. Para que esse direito nos seja assegurado é que existem duas ações perante o STF que questionam a constitucionalidade das proibições à Marcha da Maconha. Vale ressaltar que o órgão que patrocinou ambas as ações foi a Procuradoria Geral da República (PGR).

Portanto já existem no nível federal iniciativas para permitir a realização da Marcha da Maconha em todo o Brasil.

Somos muitos ativistas, militantes, velhos e jovens, mulheres e homens. Negros, brancos, índios, pertencentes dos vários estados nacionais, enfim, brasileiros como o senhor. Portadores de direitos fundamentais, garantidos na Constituição Federal e nos documentos internacionais de proteção dos direitos humanos, tais como a liberdade de expressão, o direito de reunião pacífica e organização de um movimento social como a Marcha da Maconha.

Em 2010 para apoiar a realização da Marcha da Maconha, diversos intelectuais, formadores de opinião, agentes da polícia inclusive, defenderam a realização da Marcha da Maconha. Chico de Oliveira (sociólogo e professor emérito da FFLCH/USP); Coronel Jorge da Silva (membro da Comissão Brasileira sobre Drogas e Democracia e do fórum Viva Rio); Luiz Eduardo Soares (antropólogo e cientista político; professor da UERJ; ex-secretário nacional de segurança pública); Maria Lucia Karam (juíza de direito aposentada); Orlando Zaccone (delegado da Polícia Civil RJ) entre tantos outros se dispuseram a defender a liberdade de expressão que pleiteamos.

Até a próxima Marcha Senador, e venha nos conhecer para que sejamos devidamente apresentados.

Coletivo Marcha da Maconha Brasil
6 de Maio de 2011

Para mais informações e contato:

Rafael Gil Medeiros ? Porto Alegre +55 (51) 9296-0627
Renato Cinco ? Rio de Janeiro + 55 (21) 8705-3357
Marco Magri ? São Paulo +55 (11) 6333-5505
Leonardo Günther ? Porto Alegre +55 (51) 8469-3305
Diogo Marinho e Sá ? Niterói +55 (21) 9667-0164

Isabela Bentes ? Natal +55 (84) 9955-9425

Evangelo Lopes dos Santos ? Belém +55 (91) 8157- 5253

Programação nacional da Marcha da Maconha:

Local Data
BELO HORIZONTE ? Praça da Estação, 15h30 7 DE MAIO
RIO DE JANEIRO ? Jardim de Alah, 14h
VITÓRIA ? UFES, 14h
ATIBAIA ? C. de Conv. Victor Brecheret, 15h 8 DE MAIO
NITERÓI ? Praia de Icaraí, 14h 15 DE MAIO
SÃO PAULO ? MASP, 14h 21 DE MAIO
CURITIBA ? Santo Andrade, 15h 22 DE MAIO
JUNDIAÍ ? Estação de Trem, 14h
PORTO ALEGRE ? Parque da Redenção, 15h
RECIFE ? Recife Antigo ? Torre Malakof, 14h
CAMPINAS ? Largo do Rosário, 13h 28 DE MAIO
FLORIANÓPOLIS ? Trapiche ? Av. Beira Mar, 16h
FORTALEZA ? Praça da Bandeira (Dq. de Caxias), 14h
NATAL ? Largo do Bar Astral (Pta. Negra), 14h
SALVADOR ? Campo Grande, 14h20
BRASÍLIA ? Catedral, 14h 3 DE JUNHO
RIO DAS OSTRAS ? Concha Acústica/Praça São Pedro 25 DE JUNHO