Mais uma fazenda no RJ é ocupada pelos sem-terra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de abril de 2004 as 01:46, por: cdb

Cerca de 170 famílias ocuparam a fazenda Santa Helena, na localidade de Passarinho, na cidade Campos, Norte do Rio de Janeiro, nesta madrugada. Os invasores são ligados à Federação dos Trabalhadores da Agricultura. É a segunda invasão registrada em Campos em menos de uma semana.

A primeira invasão foi na última quinta-feira, na localidade de Barcelos, na divisa entre Campos e São João da Barra. A propriedade foi desocupada após a atuação da Polícia Militar.

Os invasores da Fazenda Santa Helena chegaram gritando palavras de ordem. Eles alegam que a propriedade já foi vistoriada pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e considerada improdutiva. A PM foi acionada, mas se limitou a monitorar o movimento. A invasão não teve a chancela do MST.

A ocupação acentuou o clima de tensão entre os proprietários rurais. Para o presidente do Sindicato Rural de Campos, José do Amaral, a situação é grave na região. Ele avalia que o clima é de pânico desde que o MST decretou o Abril Vermelho, para definir uma estratégia de invasões por todo país este mês.

– Existe uma clima de insegurança entre os proprietários rurais, porque há uma lista de desapropriações programadas com o objetivo apenas de tumultuar. Isso vai comprometer a produção na região, num período em que estamos nos preparando para mais uma safra de cana-de-açúcar – declarou.

O presidente do Sindicato Rural afirmou que a entidade pretende combater as invasões com medidas judiciais e anunciou que vai realizar um leilão de animais para arrecadar fundos, visando custear os honorários dos advogados.