Mais um militar é condenado por abusos no Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 5 de fevereiro de 2005 as 11:23, por: cdb

Mais um militar americano foi condenado pelos abusos a detentos iraquianos na prisão de Abu Ghraib.

O sargento Javal Davis recebeu uma pena de seis meses de prisão e foi expulso do exército.

Ele admitiu, no começo desta semana, que havia pisado nas mãos e nos pés de detentos algemados. Disse, também, que soltou todo o peso do corpo sobre eles.

O júri militar em Fort Hood, no Texas, ficou reunido durante aproximadamente seis horas para tomar uma decisão.

Depoimento Falso

Davis, de 28 anos, poderia ter sido sentenciado a até oito anos e meio de prisão, mas fez um acordo com promotores.

Ele também foi considerado culpado por dar um depoimento falso depois que as fotografias dos abusos cometidos contra iraquianos foram divulgadas.

“Sinto profundamente”, disse aos jurados. “Não sou o soldado perfeito.”

Davis atuou como vigilante durante três meses na prisão de Abu Ghraib no final do ano de 2003.

Ele é a sétima pessoa condenada pelos abusos – seis admitiram culpa e um, Charles Graner, foi condenado numa corte marcial.

Outros dois soldados ainda estão passando por julgamento.