Mais dinheiro para financiar o crescimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de março de 2011 as 13:36, por: cdb

Vocês se lembram que o Tesouro Nacional foi autorizado a transferir até R$ 30 bi ao BNDES no ano passado, para possibilitar a participação do Banco na capitalização da Petrobras? Pois bem, ele participou e dos recursos previstos para a operação,  utilizou R$ 24,7 bi. Moral da história: sobraram R$ 5,3 bi agora injetados pelo Tesouro no próprio banco.

Temos aí, mais uma prova concreta da eficiência do BNDES. O dinheiro está agora à disposição do Banco, hoje o principal agente financiador do crescimento econômico brasileiro.  Ao todo, o valor injetado pelo Tesouro Nacional atinge mais de R$ 60 bi, ultrapassando os R$ 55 bi previstos inicialmente.

Vale lembrar que desde 2008, o BNDES recebeu cerca de R$ 210 bi do governo. O Banco já deu provas claras à sociedade de sua eficiência e compromisso com nosso desenvolvimento. É hoje o principal banco de fomento no Brasil e na América Latina, verdadeiro motor de nossa economia e crescimento.

Aliás, sua atuação foi fundamental para combater as consequências em nossa economia da grave crise econômico-financeira global de 2008-2009. Além disso, o BNDES mostrou que consegue atender a todas as exigências de prudência e segurança e ainda dar muito lucro para o país. Em 2010, obteve o lucro recorde de R$ 9,9 bi, um crescimento de 47,2% em relação a 2009.