Mais de 5 mil acompanham o desembarque do tricampeão São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de dezembro de 2005 as 10:15, por: cdb

Mais de cinco mil pessoas acompanharam o desembarque da delegação do São Paulo no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos, na manhã desta terça-feira. O elenco retornou do Japão, onde conquistou o inétido tricampeonato mundial.

A estimativa do número de torcedores foi dada pela polícia. Os tricolores foram impedidos de entrar no saguão principal do aeroporto e esperaram na saída da pista. A aglomeração era tamanha que parecia uma arquibancada de um estádio de futebol.

Além de muita gente a pé, carros e motos, portados de um número incontável de bandeiras, fizeram a vigília enquanto o São Paulo não desembarcava. Jogadores tiveram seus nomes gritados, principalmente o capitão e goleiro Rogério Ceni. Técnico campeão mundial pelo time em 1992 e 1993, Telê Santana também foi lembrado pelos torcedores.

O São Paulo desembarcou pouco antes das 7h (horário de Brasília), mas os jogadores só deixaram a aeronave cerca de 20 minutos depois. Dois trios elétricos estavam à disposição do elenco. No primeiro foi designado para imprensa e fotógrafos. No segundo, só os jogadores, que foram ovacionados pela massa.

Os dois carros são uma espécie de presente dado pelo patrocinador de camisa do tricolor ao time, que se tornou o primeiro clube brasileiro a conquistar a competição realizada no Japão em três oportunidades. A princípio, o desfile do São Paulo iria acontecer em carros de bombeiros.

Logo ao descerem do avião, os atletas colocaram três bandeiras com alusão ao clube e ao título no trio elétrico, onde permaneceram, ainda dentro do aeroporto, por cinco minutos.

Em seguida, o trio elétrico deixou o local, se concentrando na Av. Helio Smidt, na saída do aeroporto. A torcida segue atrás dos protagonistas da conquista, ao som do hino do clube e da narração de gols do Mundial. Os jogadores também estão fazendo a festa, com a taça se revezando nas mãos de vários campeões, como o atacante Amoroso e o zagueiro Alex.

De Guarulhos, a comitiva segue para a região central da cidade, com destino à prefeitura, onde encontrarão o prefeito José Serra (palmeirense). Depois, a carreata vai ao Palácio dos Bandeirantes para ser recebida pelo governador Geraldo Alckmin (santista). Por fim, os campeões vão para o estádio do Morumbi, onde está programada a festa oficial do título, com direito à volta olímpica. Os torcedores terão livre acesso ao local.

O Morumbi, aliás, recebeu um retoque emergencial para receber o time. Na fachada externa, agora está escrito “Tricampeão mundial de futebol”, seguido dos anos que o clube ficou com o título: 1992, 1993 e 2005.

O escudo do São Paulo também já recebeu uma estrela adicional vermelha, que simboliza as conquistas mundiais no Japão, em cima das outras duas, que ficam centralizadas logo acima do escudo. As duas amarelas representam os dois recordes do triplista Adhemar Ferreira da Silva.