Mais de 300 presos iraquianos são libertados da prisão de Abu Ghraib

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de fevereiro de 2005 as 10:59, por: cdb

Mais de 300 presos iraquianos foram libertados neste domingo da prisão de Abu Ghraib, o que eleva para 800 o número de detidos que foram postos em liberdade neste ano, informaram fontes policiais.

A libertação do último grupo de presos é a primeira que acontece depois das eleições gerais do Iraque.

Essa libertação faz parte dos esforços realizados pelas tropas americanas para melhorar sua imagem depois do escândalo de maus-tratos praticados contra dezenas de prisioneiros iraquianos nesse centro de detenção.

Oito soldados americanos foram acusados de participar dos abusos, e um deles foi condenado a dez anos de prisão. Milhares de iraquianos permanecem ainda nessa prisão, a 25 quilômetros de Bagdá. Lá, esperam julgamento.

A maioria dos presos foi capturada pelas tropas americanas e acusada de perpetrar ataques contra as forças dos EUA depois da queda do regime de Saddam Hussein, em abril de 2003.