Mãe de modelo brasileira morta por anorexia critica festival de moda

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de janeiro de 2007 as 18:22, por: cdb

A mãe da modelo Ana Carolina Reston, que morreu em novembro por complicações decorrentes de anorexia, criticou a decisão do London Fashion Week de permitir que modelos super-magras participem do festival de moda.

– A vida de minha filha parece não ter servido para nada, quando deveria ter chocado o mundo da moda e mudado as coisas para melhor -, declarou Miriam Reston em entrevista ao tablóide britânico Mirror.

Miriam Reston disse que sua filha foi “vítima da indústria da moda, que diz às meninas que quando mais magras, melhor”.

A própria Ana Carolina foi rejeitada em duas ocasiões porque não estaria suficientemente magra, contou a mãe, segundo o Mirror. Um cliente teria dito que a moça estava “obesa”.

Diferentemente de festivais de moda em Madri e Milão, a organização do evento na capital britânica não barrou a participação de mulheres que usam o chamado size zero.