Madrugada de violência no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de março de 2003 as 10:43, por: cdb

Rio é mais uma vez cenário de violência na madrugada desta terça-feira. No Flamengo, zona sul da cidade, um homem foi encontrado baleado nas esquinas da ruas Marquês de Abrantes e Paissandu. Na zona norte, tiroteio entre traficantes assusta motoristas que passavam pela Avenida Martim Luther King, antiga Automóvel Club, no bairro de Colégio.

O tiroteio envolveu traficantes de favelas rivais e só terminou com a chegada de policiais do Grupamento Especial Tático-Móvel (Getam) e do 9º BPM de Rocha Miranda. Outro tiroteio ocorreu na Favela do Guarda, em Inhaúma, onde uma criança teria ficado ferida, embora os policiais não confirmem essa informação.

Em Santa Teresa, Centro do Rio, traficantes do Morro do Escondidinho trocaram tiros com policiais do 1º BPM do Estácio, na Rua Cândido de Oliveira, um dos acessos à favela. Após o tiroteio, a polícia prendeu cinco pessoas – entre elas o filho de um ex-candidado a deputado estadual na eleição passada, Júlio César Pacheco Daflon, 28 anos e duas mulheres.

Também foram levados para a delegacia Juliana Nunes Rangel, 24 anos, que apresentou uma carteira de estagiária da OAB, Marcela da Silva Chaves Neves, 22, Adalberto Paixão da Cunha, vulgo Guissa, 23 anos, e Márcio Rodrigues de Oliveira, vulgo Bojo, apontado como gerente do tráfico do Morro do Fogueteiro, também em Santa Teresa.

No fim da noite, dois policiais civis ficaram feridos sem gravidade durante um tiroteio no Morro do Adeus, Complexo do Alemão, em Ramos, na Zona Norte da cidade. Houve troca de tiros entre traficantes e policiais da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) que faziam operação na favela em conjunto com agentes da 21ª DP de Bonsucesso.

Ninguém foi preso. Dois policiais feridos foram medicados no Hospital Getúlio Vargas e liberados.