Lula visita a África acompanhado de empresários brasileiros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 00:27, por: cdb

A visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à África levará ao continente uma comitiva de pesos-pesados do empresariado brasileiro. Entre os mais de 160 empresários com presença prevista durante o período da viagem presidencial de oito dias a cinco países africanos, que começa no próximo sábado, estão representantes da indústria de setores automotivos, do setor têxtil e da construção civil.
 
Com esta viagem, o governo pretende ampliar a corrente de comércio do Brasil com o continente, atualmente de US$ 5 bilhões, e pôr em prática o discurso de Lula de estabelecer uma política externa com o fortalecimento das relações com a África.

Estreitar os laços com os países da África e com os demais países do hemisfério sul pode resultar em maior representatividade dos países em desenvolvimento nas negociações globais com os países ricos, segundo avaliação do diretor do departamento de África do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Pedro Motta.
 
– Além de termos os mesmos problemas no combate à fome e à miséria, um relacionamento mais próximo entre os países do hemisfério sul reforça nossa base de negociação com os países do norte – disse Motta.

O embaixador disse que a expectativa do governo brasileiro para a visita, onde o ministros devem assinar mais de 40 acordos de cooperação, é ceder mais do que receber dos africanos.
 
– Queremos abrir nossas fronteiras ao produto africano – falou.

Segundo ele, o Brasil tem uma dívida histórica com o continente, não só por ser a segunda maior nação de afro-descendentes do mundo, mas também porque ‘durante séculos viramos as costas à África’.

A viagem do presidente Lula começa pelo pequeno país de São Tomé e Príncipe, no domingo, terminando na África do Sul, no dia 9 de novembro. Entre um país e outro, Lula e comitiva de governo e de empresários visitarão Angola, Moçambique e Namíbia.