Lula: ‘Peço aos companheiros que não se aposentem com salário maior’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de junho de 2003 as 13:33, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante discurso no Encontro Nacional dos Vereadores e Deputados Estaduais do PT, declarou que acredita que as coisas que foram plantadas nesses primeiros seis meses de governo começarão a brotar agora e “darão frutos para alimentar a população”.

– Essa convicção nos dá a certeza de que fizemos o que deveria ter sido feito. Qualquer pessoa ou qualquer governante pode errar, mas eu quero conquistar o direito de andar de cabeça erguida e ter a certeza que estamos fazendo tudo o que sempre acreditamos e defendemos.

Lula afirmou que só o seu governo pode fazer as reformas necessárias para o país.

– Não queremos tirar direitos de ninguém. Queremos dar direitos àqueles que não têm. Quando pedimos ao professor universitário que permaneça até os 60 anos na universidade, é para que ele mantenha sua inteligência a serviço da sociedade brasileira – afirmou.

O presidente voltou a lembrar que não é justo que um cortador de cana se aposente aos 60 anos e o professor universitários aos 53 anos. Lula também fez uma defesa apaixonada da importância da taxação dos servidores inativos.

– O que eu peço aos companheiros é que não se aposentem com salário maior. Quando estavam na ativa, descontavam 11% para a Previdência. O que estamos pedindo aos companheiros é que deixem 11% para garantir a aposentadoria de seus filhos e netos. Não queremos privatizar a Previdência, mas não podemos aceitar que uma minoria determine a vida da maioria de nosso povo.