Lula: País deve apoiar o PAC da Educação

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 19 de março de 2007 as 12:13, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer que o Plano de Desenvolvimento da Educação seja construído junto com a sociedade. Na semana passada, as propostas foram apresentadas a educadores do país. A idéia, segundo Lula, é mostrar o plano também para o Conselho Político da Coalizão, que reúne líderes e presidentes dos 11 partidos da base governista.

– Nós não queremos que o programa seja do Ministério da Educação, seja do governo. Nós queremos que o programa seja da sociedade brasileira, mais ou menos como nós fizemos na reforma universitária – afirmou em seu programa semanal de rádio Café com o Presidente.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, participou do programa e explicou que uma das principais ações do plano é a criação da Provinha Brasil, que vai avaliar se alunos entre seis e oito anos de idade das escolas públicas estão sendo alfabetizados. O teste deverá ser semelhante ao exame Prova Brasil, que já é aplicado a estudantes de quarta e oitava séries do ensino fundamental.

– Se você não fizer um acompanhamento dos alunos desde os seis anos, quando você constata que esse aluno não está com conhecimento condizente com a sua idade na quarta série, muito pouco se pode fazer para recuperar – disse oministro, explicando que a Provinha Brasil será aplicada pelo próprio professor.

Desenvolvida e realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a primeira edição da Prova Brasil ocorreu em novembro de2005, em parceria com as secretarias estaduais e municipais deEducação. O exame foi realizado em 5.398 municípios de todas as unidades da federação, avaliando 3,3 milhões de alunos de quarta e oitava séries do ensino fundamental.

Foram aplicadas provas de Língua Portuguesa (com foco em leitura) e Matemática, com questões elaboradas a partir do que está previsto para as séries avaliadas nos currículos de todas as unidades da federação e, ainda, nas recomendações dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Além das provas,os estudantes responderam a um questionário que coletou informações sobre seu contexto social, econômico e cultural.