Lula: “Não sou homem de ficar chorando”

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 29 de março de 2004 as 10:55, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que vai tirar os obstáculos que ainda existem para tocar obras importantes de infra-estrutura, sem passar por cima da lei. Ele lembrou que, nos últimos 15 dias, fez duas reuniões para deslanchar projetos do setor, dando andamento a 17 de um total de 35 obras em hidrelétricas. Segundo o presidente, só na área de gasoduto os investimentos alcançam R$ 6,8 bilhões.

Lula admitiu que problemas de divergências sobre a execução dessas obras.

– Mas eu não sou homem de ficar chorando, quero fazer as coisas acontecerem – complementou, em discurso proferido na fábrica da General Motors, em São Caetano do Sul (SP).

Lula participou da cerimônia de entrega de 305 viaturas para a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Acompanham o presidente entre outras autoridades, o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos.