Lula não acredita na ALCA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 12 de julho de 2002 as 11:52, por: cdb

Marco Aurélio Garcia, coordenador do programa de governo do PT
disse na quinta-feira em Berlim, que Lula não acredita na ALCA, Area
de Livre Comercio das Américas. Garcia, que é Secretario de Cultura de São Paulo e tido como provável Ministro das Relações Exteriores, caso Lula vença as eleições, foi entrevistado pela France Press, na capital da Alemanha, aonde se encontra para tranqüilizar os investidores alemães.
Ele revelou também que se eleito, Lula pretende fortalecer o Mercosul e as relações com a União Européia, a Rússia e a China.Para Garcia, se Lula for eleito haverá um período de transição durante o qual o novo Presidente terá de manter os instrumento atuais para chegar a um novo modelo de desenvolvimento tentar interromper o crescimento da divida, com medidas de fortalecimento da economia.
Mas os alemães não ficaram convencidos que a transição será tão tranqüila.Guenter Koehne, analista do Dresdner Bank, o estabelecimento bancário que matem maiores relações com a América Latina, opinou: “Se Lula assumir o próximo governo, o cambio do real frente ao dólar vai se debilitar inevitavelmente e a atual linha reformista, impulsionada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso vai sofrer alterações”.
Koehne ressaltou que por causa da vulnerabilidade do Brasil, devido à elevada divida externa e interna, a classificação de risco do país poderá aumentar e provocar serias mudanças.