Lula inaugura fábrica de café em Araras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de abril de 2004 as 20:15, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou no começo da tarde desta quinta-feira da inauguração de uma fábrica da Nestlé, no município paulista de Araras. Lula afirmou que fez questão de participar da inauguração da nova unidade, destinada à produção do café solúvel, porque o empreendimento é uma amostra da confiança dos empresários estrangeiros no Brasil.

“A Nestlé está dando exemplo a empresários, ao governo federal e a outros governos”, disse o presidente. Ele pediu que os empresários brasileiros e o povo brasileiro também tivessem confiança no país.

O presidente Lula lembrou que a Nestlé, multinacional suíça que está há nove décadas no Brasil, foi a primeira empresa a procurar o governo e propor parceria no Programa Fome Zero. “Sou testemunha de que a Nestlé cumpriu tudo o que prometeu”, disse Lula.

O Brasil é o país com o segundo maior volume de vendas da Nestlé no mundo, perde apenas para os Estados Unidos. O café solúvel responde por 20% dos resultados mundiais da empresa, sendo que 50% da produção destinada à exportação têm origem no Brasil. Com a nova unidade a produção de Nescafé no país deve crescer 72%, consolidando o Brasil como base exportadora de café solúvel da marca suíça.

A nova fábrica
Líder absoluta no mercado de cafés solúveis e detentora da segunda marca mais comercializada no mercado total de cafés do País – que movimenta anualmente cerca de R$ 2,5 bilhões – a Nestlé Brasil parte agora para mais uma grande investida com a abertura da nova fábrica. De acordo com a assessoria de imprensa, está é a maior e mais moderna fábrica de café solúvel e importante base exportadora do Grupo Nestlé, que levará Nescafé, um produto genuinamente brasileiro, do Brasil para o mundo.

Para Ivan F. Zurita, presidente da empresa, “essa nova fábrica reflete a disposição e a vontade da Nestlé de contribuir para o desenvolvimento econômico do País, para a geração de empregos e manutenção dos índices recordes de superávit registrados pela balança comercial brasileira”, disse.

A construção da nova unidade de Nescafé foi construída em tempo recorde – os trabalhos começaram em junho de 2002 – e consumiu um investimento de R$ 100 milhões, entre obra e maquinários.

Com equipamentos da mais avançada tecnologia de automação industrial – sendo 80% de fabricação nacional – a fábrica comporta sistemas de proteção ao meio ambiente como a eliminação de água poluída, utilização de borra de café para o aproveitamento de energia, e utilização de filtro de ar e circuito fechado, com torres de resfriamento, visando à economia de água. A nova planta ocupa um terreno de 3,2 mil m² e 5,5 mil m² de área construída, e está propiciando a geração de mais mil empregos diretos e indiretos.

Toda a produção da fábrica, cuja capacidade produtiva estimada é de 22 mil toneladas ao ano, será destinada exclusivamente ao mercado externo, tendo inicialmente como principais destinos Argentina, Azerbaijão, países da América Central, Alemanha, Malta, Polônia, Rússia, Romênia, Trinidad e Tobago, Ucrânia e Uruguai.

A nova planta também irá aquecer o mercado brasileiro, com a utilização do café de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Rondônia.

Além das unidades de Araras, a Nestlé possui outras 23 fábricas, instaladas nos Estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Minas Gerais, Bahia e Espírito Santo.