Lula assinará acordos com países africanos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de outubro de 2003 as 10:06, por: cdb

Durante a viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a cinco países africanos, a partir de domingo, o Governo deve assinar acordos de cooperação no valor de R$ 500 milhões, a serem investidos até o final de 2006. A estimativa é do Departamento da África do Itamaraty. As principais negociações são na área de saúde, para prevenção e combate à aids, agricultura, educação e exploração de petróleo.

Lula visitará, de 2 a 8 de novembro, São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Namíbia e África do Sul. Ele será acompanhado por 160 empresários, a maior comitiva desde o início do Governo. Essa viagem está no contexto da aproximação do Governo Lula com países do Hemisfério Sul, como a Índia, para fortalecer suas posições em negociações com países desenvolvidos em foros internacionais.

“Promoção da igualdade racial com política pública. Isso resume bem uma boa parte do que se quer com a visita, a ênfase na agenda social. Mas não é que vamos deixar de lado a agenda econômica e comercial, pelo contrário”, afirmou o diretor do Departamento da África do Itamaraty, embaixador Pedro Motta Pinto Coelho.

Em Moçambique está previsto um acordo para fornecimento de tecnologia para o estabelecimento de um laboratório de produção de medicamentos genéricos e anti-retrovirais. O Governo também pretende ampliar o Bolsa-Escola no país, pioneiro na aplicação do programa.

Um dos acordos que devem ser fechados durante a viagem é com a Companhia Vale do Rio Doce para a exploração do carvão mineral de Moatize, no Vale do Zambeze, em Moçambique. Se o acordo for fechado, prevê-se a reconstrução de uma ferrovia e de uma hidrelétrica. Na África do Sul, o Governo vai tentar avançar na consolidação de um acordo de livre comércio entre o Mercosul e a União Aduaneira da África Austral (África do Sul, Namíbia, Botsuana, Lesoto, Suazilândia).