Lula: Acordo definitivo com a OMC pode sair ainda neste ano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de maio de 2006 as 12:52, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse  nesta segunda-feira que o acordo da Organização Mundial do Comércio (OMC) pode sair ainda neste ano. Segundo ele, os encontros que teve com o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, e com a chanceler alemã, Ângela Merkel, durante a Cúpula União Européia – América Latina e Caribe, na Áustria, serviram para acertar pontos de um acordo.

De acordo com o presidente, para que o acordo seja firmado, é preciso que os Estados Unidos reduzam os subsídios agrícolas, a União Européia abra seu mercado agrícola para as nações pobres e o G-20 (grupo de 20 países em desenvolvimento), liderado pelo Brasil, flexibilize o acesso dos países ricos aos bens industriais.

– Se os três blocos conseguirem configurar esse triângulo de objetividade que temos de cumprir, nós poderemos surpreender o mundo com um acordo que parecia impossível. Eu estou convencido de que se cada um assumir a sua responsabilidade, nós poderemos, finalmente, assinar um grande acordo comercial no mundo que possa permitir que os pobres possam vender seus produtos agrícolas nos países mais ricos.

Lula disse que o assunto pode ser abordado durante a Cúpula do G-8 (os sete países mais ricos do mundo e a Rússia), que ocorrerá em julho em São Petersburgo, na Rússia.

– Se cada um cumprir a sua função, nós poderemos, em julho, quando estivermos em São Petersburgo, marcar uma reunião em Berlim ou em qualquer outro lugar da Europa e firmarmos o acordo definitivo da OMC, que eu acho que será um avanço para os próximos 20 ou 30 anos na questão do comércio internacional – acrescentou.