Lula abre reunião da Internacional Socialista no dia de seu aniversário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 26 de outubro de 2003 as 22:17, por: cdb

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa em São Paulo nesta segunda-feira, quando completa 58 anos, da abertura do 22o Congresso da Internacional Socialista. O evento acontece às 9h30 no Transamérica Expocenter.

A entidade reúne 150 organizações políticas de todo o mundo, incluindo os principais partidos socialistas, social-democratas e trabalhistas europeus e 50 chefes de governo e de Estado.

O ex-primeiro ministro de Portugal, Antonio Guterrez, atual presidente da Internacional Socialista, adiantou que o Congresso vai discutir programas de políticas públicas, e que os integrantes estão dispostos a contribuir de alguma forma com o Programa Fome Zero.

Antonio Guterrez lembrou que a Internacional Socialista tem experiência em programas adotados em Portugal e na União Européia.

Outros temas que serão discutidos são a reforma da ONU e do sistema financeiro internacional, modelos de integração, fortalecimento das instituições democráticas, direitos humanos, desafios comerciais e solução de conflitos externos.

O Secretário-geral da Internacional Socialista, o chileno Luis Ayala, afirmou que o Brasil foi escolhido para sediar o Congresso devido ao atual momento político, sob a liderança de Luiz Inácio Lula da Silva.

A Internacional Socialista é um forum de idéias e discussões partidárias. Sua atual organização foi fundada em 1889, em Paris. O partido dos Trabalhadores não faz parte do movimento, mas vai atuar no Congresso como anfitrião e observador.

O PT já foi convidado a fazer parte da Internacional Socialista e, de acordo com o presidente do partido, José Genoíno, a proposta está em estudo. Atualmente o PDT é o único partido político do Brasil a integrar os quadros da Internacional Socialista.

Cerca de mil pessoas devem participar do congresso, entre autoridades e convidados. O presidente da Argentina, Néstor Kirchner, não deve comparecer ao encontro. Ele alegou agenda cheia.

Agenda do dia

O presidente Lula participa, às 10h, da cerimônia de abertura do evento. Segundo informações da assessoria do presidente, a partir das 15h, ele realiza no local do evento uma série de conversas com lideranças presentes ao encontro.

Lula reúne-se primeiro com o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki. Em seguida, às 15h45, recebe o primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves e, às 16h15, o ex-primeiro-ministro da Espanha Felipe Gonzalez.

Depois, às 16h45, o presidente conversa com o primeiro secretário do Partido Socialista Francês, François Hollande. Lula recebe, às 17h30, o ministro das Relações Exteriores da Hungria, Lászlo Kovács e, encerrando as audiências reúne-se, às 18h, com o secretário-geral dos Democratici di Sinistra, Piero Fassino.