Lojas Marisa detecta pelo de animal em cachecol e recolhe peças

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de julho de 2011 as 21:35, por: cdb

Por http://www.brasileconomico.com.br/noticias/ma 08/07/2011 às 00:24

“O laudo técnico emitido pelo Senai concluiu que o produto é pele animal (coelho), diferente do que foi comprado e constava na etiqueta”, informa nota divulgada pela rede.

1

Polêmica
Marisa detecta pelo de animal em cachecol e recolhe peças
Weruska Goeking ( wgoeking@brasileconomico.com.br)

A diretoria da Marisa determinou o recolhimento do produto de todas as suas lojas e já contatou o fornecedor da peça solicitando esclarecimentos

A rede varejista Marisa confirmou a denúncia do Projeto Esperança Animal (PEA) que afirmou que um cachecol comercializado como 100% poliéster é, na verdade, composto por pelos de animais.

“O laudo técnico emitido pelo Senai concluiu que o produto é pele animal (coelho), diferente do que foi comprado e constava na etiqueta”, informa nota divulgada pela rede.

A diretoria da Marisa determinou o recolhimento do produto de todas as suas lojas e já contatou o fornecedor da peça solicitando esclarecimentos a respeito do ocorrido.

“Jamais foi intenção da empresa comercializar qualquer produto dessa natureza”, afirma a companhia.

A rede também informou que seu processo de controle da composição dos produtos negociados está em revisão, com o objetivo de tornar estes procedimentos mais eficientes.

Clientes

Os consumidores que adquiriram o cachecol e se sentiram lesados ou ofendidos poderão levar a peça até uma das lojas e obter a devolução do valor pago (R$39,99), independente do seu estado de conservação.

“A Marisa ressalta ainda que repudia qualquer tipo de aplicação e utilização de pele animal em suas peças”, conclui a nota.
 http://www.brasileconomico.com.br/noticias/marisa-detecta-pelo-de-animal-em-cachecol-e-recolhe-pecas_103982.html