Lobista abre o jogo e tira o sono de muitos aliados de Bush

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de janeiro de 2006 as 10:27, por: cdb

O aguerrido lobista Jack Abramoff, uma espécie de versão norte-americana do empresário Marcos Valério, declarou-se culpado de uma série de acusações federais, depois de fechar um acordo para cooperar com uma investigação de corrupção que pode envolver vários importantes congressistas republicanos, entre eles o ex-líder da maioria na Câmara, Tom DeLay. O aliado do presidente George W. Bush também é acusado de pertencer a um grupo de parlamentares que recebia favores de Abramoff.

Um número ainda incerto de parlamentares estaria envolvido no esquema patrocinado por Abramoff. Ele se declarou culpado de conspiração, fraude e evasão fiscal, diante de um juiz federal em Washington. O advogado de Abramoff disse que ele vai se declarar culpado de outras acusações na quarta-feira, em Miami. A declaração, que já era esperada há muito tempo, vai dar aos promotores munição extra, enquanto tentam vincular Delay, do Texas, o deputado Bob Ney, de Ohio, e outros congressistas a favores pagos para Abramoff por clientes de lobby.