Lixões próximos ao Aeroporto do Rio são fechados para garantir segurança aérea

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 6 de janeiro de 2011 as 11:05, por: cdb

>
06/01/2011Lixões próximos ao Aeroporto do Rio são fechados para garantir segurança aérea

Vitor Abdala
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A Secretaria Estadual do Ambiente do Rio fechou hoje (6) três lixões clandestinos que funcionavam próximo ao Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão). O fechamento dos depósitos de lixo havia sido pedido em abril do ano passado pelo Ministério da Defesa, por atraírem aves e colocar em risco a segurança das aeronaves.

Entre os lixões fechados pela Secretaria do Ambiente, um funcionava dentro de um terreno da Aeronáutica e outro em um terreno da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O terceiro se localizava dentro da comunidade carente Vila Joaniza.

Segundo o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, depois de fechar os lixões, os locais serão limpos. Em seguida, será preciso evitar que o lixo volte a ser jogado nesses locais, com trabalhos como a melhoria da coleta de resíduos na região.

“Você não resolve só com a repressão. É preciso combinar a repressão com a melhoria do serviço. Todo dia as pessoas produzem uma quantidade brutal de lixo. Tem que ter a coleta diária e a coleta seletiva”, disse Minc.

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) informou que implantou a coleta diária de lixo na comunidade. Já a Aeronáutica fará a fiscalização para evitar que o lixo volte a ser jogado em seu terreno. A Secretaria do Ambiente solicitará à Infraero que o terreno usado como lixão seja murado, para evitar o uso clandestino do espaço, que é vizinho à pista do aeroporto.

Edição: Graça Adjuto

Leia também:

Chuva e falta de funcionários atrasam voos em todo o país