Liverpool aprova área legal para prostituição

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de janeiro de 2005 as 07:15, por: cdb

Liverpool se tornou a primeira cidade do Reino Unido a aprovar a criação de uma área delimitada para o exercício legal da prostituição, informou, nesta quinta-feira, a imprensa britânica.

Este plano, adotado esta quarta-feira pela grande maioria dos representantes locais desta cidade do norte da Inglaterra, deve ser aprovado pelo Ministério britânico do Interior antes de poder entrar em vigor.

As autoridades locais de Liverpool acham que a delimitação de um “distrito vermelho” ajudaria a reduzir os atos de violência relacionados com as drogas e faria da cidade um local mais atrativo para os turistas.

Essa zona seria vigiada estritamente pela polícia mediante um circuito fechado de televisão, para evitar ataques contra as mulheres, e estaria claramente delimitada, de acordo com esta proposta, que por enquanto não marcou o distrito no qual será legal exercer a prostituição.

Seguiria o modelo implantado pela cidade holandesa de Utrecht, que só opera de noite e estaria situado em uma zona industrial no centro da cidade, afastada das residências familiares.

No restante de Liverpool, a polícia terá uma política de “tolerância zero” para a prostituição, segundo explicou Flo Clucas, responsável local de habitação, que considerou que este plano ajudará as mulheres a “sair das drogas e da prostituição”.

Por volta de 500 prostitutas trabalham em Liverpool, uma cidade portuária que agora tenta melhorar sua imagem antes da visita de milhões de turistas em 2008, ano em que foi declarada Cidade Européia da Cultura.

Em outubro passado, Liverpool se tornou também a primeira cidade do Reino Unido a proibir o consumo de tabaco em lugares públicos, uma decisão que também está pendente de aprovação pelo governo britânico.