Litro da gasolina chega a R$ 2,44 no litoral do Rio e SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 30 de dezembro de 2002 as 23:56, por: cdb

Com o reajuste dos combustíveis nas refinarias anunciado na semana passada pela Petrobras, o litro da gasolina comum já chega a R$ 2,44 no litoral do Rio de Janeiro e São Paulo.

Nas capitais dos dois Estados, o preço médio da gasolina era de R$ 1,898 (SP) e R$ 1,922 (Rio) antes do aumento, que passou a valer ontem.

A Petrobras estimava que o reajuste nas refinarias provocaria um aumento médio de 9,5% para os consumidores, o que faria o preço médio passar para R$ 2,07 e R$ 2,10 nos dois Estados, respectivamente.

No entanto, devido à alta temporada e ao movimento com as festas de fim de ano no litoral os postos aproveitam para cobrar preços mais caros que os praticados nas capitais.

Em Caraguatatuba (Litoral Norte de São Paulo), a maioria dos postos cobra entre R$ 2,20 e 2,30 pela gasolina. O motorista que se encontra no litoral Sul do Rio também precisa rodar pelo menos 150 km e subir a serra para encontrar o combustível por um valor abaixo de R$ 2,30.

Em Paraty (Litoral Sul do Rio), o preço do litro varia entre R$ 2,30 e R$ 2,44. Os mesmos valores são praticados em outras cidades do litoral carioca, como Macaé, Cabo Frio e Angra dos Reis.

Segundo o frentista de um posto, o aumento prejudicou muitos turistas que chegaram ao litoral no sábado com os tanques vazios e só foram abastecer no dia seguinte, quando o reajuste já estava em vigor.

Quem tinha de subir a serra no domingo para trabalhar nesta segunda-feira optou por colocar pouco combustível no tanque e abastecer novamente no planalto, onde o litro da gasolina já podia ser encontrado por R$ 1,99 ou até R$ 2,16.

No litoral sul de São Paulo, os donos de postos optaram por não exagerar no repasse do aumento. O litro da gasolina, que variava entre R$ 1,85 e R$ 1,95 antes do reajuste, agora é vendido na maioria dos postos por R$ 2,00 a R$ 2,15.