Líder do PT vai indicar integrantes do partido na CPI do Banestado

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 10 de junho de 2003 as 18:27, por: cdb

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Nelson Pellegrino (BA), confirmou, nesta terça-feira, que vai indicar os nomes dos integrantes do partido na CPI do Banestado. Pellegrino, que esteve nesta terça-feira com o chefe da Casa Civil da Presidência da República, ministro José Dirceu, descartou a possibilidade de o Planalto estar trabalhando contra a instalação da comissão.

– Não houve recomendação para não instalar a CPI. Eu não recebi nenhuma recomendação para não indicar os membros, nem fui procurado por nenhum líder partidário no sentido de fazer gestões para que a CPI não fosse instalada – disse.

Segundo Pellegrino, o governo não é contra a CPI, mas quer evitar que ela seja transformada “em palanque”. Além disso, Pellegrino afirma que a intenção do governo no momento é informar à Câmara sobre o que já foi levantado pelas investigações da Polícia Federal e do Ministério Público.

– O governo não é contra a CPI, mas achamos que não se pode fazer palanque porque CPI é coisa séria – disse.

Com o objetivo de investigar remessas ilegais de até US$ 30 bilhões ao exterior pelo Banco do Estado do Paraná (Banestado), a CPI vai, segundo o líder, investigar também outras remessas irregulares efetivadas por meio das contas CC-5.