Líder do governo diz que Copa não vai transformar abstêmio em alcoólatra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 17:22, por: cdb

O líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), respondeu às críticas em relação à venda de bebidas alcoólicas nos estádios e disse que “duas horas num estádio não vão transformar um abstêmio em um alcoólatra”. Em meio ao debate sobre o projeto da Lei Geral da Copa (PL 2330/11), o deputado ressaltou que algumas proibições já são suspensas temporariamente no País para permitir a realização eventos como as corridas de Formula 1.

Chinaglia também desafiou o PSDB a manter o discurso contra as bebidas no governo de São Paulo. “Quero saber se o governador Alckmin vai romper o contrato com a Fifa. Chamo a atenção de forma carinhosa, mas não podemos fazer um discurso e, em um ambiente menor, mudar de opinião.”

O projeto da Lei Geral da Copa está na pauta de hoje do Plenário.

Continue acompanhando a cobertura desta sessão.

Tempo real:20:07 – Mesmo fora do texto, liberação de bebida na Copa ainda causa polêmica19:54 – Psol critica excesso de poder da Fifa e anuncia voto contra a Lei da Copa19:38 – Relator termina leitura de parecer sobre a Lei Geral da Copa18:38 – Plenário encerra fase de discussão da Lei Geral da Copa16:42 – Plenário inicia sessão para votar Lei Geral da Copa16:19 – Reunião de líderes confirma acordo para votação da Lei da CopaÍntegra da proposta:PL-2330/2011Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli