Líder da Al-Qaeda pede em vídeo morte aos americanos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 8 de abril de 2004 as 09:10, por: cdb

Um dos militantes da Al Qaeda mais procurados na Arábia Saudita conclamou os muçulmanos a matarem norte-americanos em qualquer lugar e prometeu ataques contra líderes árabes aliados de Washington, de acordo com um vídeo transmitido por um site islâmico em Dubai, Emirados Árabes Unidos.

Um homem mascarado identificado como Abdulaziz al-Muqrin disse no vídeo no site Dirasat que os norte-americanos ainda não sentiram “o fogo real da batalha”. Em aparente referência ao levante guerrilheiro no Iraque, ele afirmou que Washington enfrenta outro Vietnã.

“Oh mujahideen (guerreiros santos), lutem contra os americanos em todos os lugares e lutem contra os americanos com toda a sua vontade e capacidade. Aterrorizem como eles aterrorizaram nossos irmãos”, disse o homem.

Não houve confirmação independente da identidade da figura com o rosto coberto por uma máscara marrom e com apenas os olhos de fora. “Oh mujahideen, este é o seu dia, sua jihad (guerra santa), e este é o seu inimigo ocupando sua terra, transformando-a em base para combater o Islã e os muçulmanos, e controlando agentes apóstatas. Então lutem conta eles até….que vocês vejam apenas sangue e partes de corpos como eles fizeram com seus irmãos na Palestina, Afeganistão e Iraque.”

O site já transmitiu outros comunicados supostamente do líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, que nasceu na Arábia Saudita e é considerado responsável pelos ataques de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

Muqrin está na lista de militantes da Al Qaeda mais procurados. A rede é apontada como autora dos ataques suicidas que mataram 50 pessoas em Riad no ano passado.

No início do mês, um comunicado assinado por Muqrin e colocado em outro site listou judeus, norte-americanos e britânicos como os principais alvos e pediu para células militantes no mundo inteiro “transformarem a terra dos infiéis em um inferno”.