Libertadores é prioridade para o Corinthians

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 5 de dezembro de 2005 as 10:03, por: cdb

Conquistado o título brasileiro, o Corinthians tem uma prioridade definida para o próximo ano: ser campeão da Copa Libertadores da América.

O planejamento que já foi elaborado pela MSI é todo voltado para conquistar o torneio sul-americano, um dos poucos que ainda faltam ao Timão. Paulo Angioni, diretor do parceiro corintiano, disse que o Campeonato Paulista servirá mais para aprontar o time para o início torneio continental.

– Vamos buscar jogar o Paulistão com dignidade. Mas nossa prioridade declarada em 2006 é ser campeão da Libertadores – afirmou.

Para alcançar o tão sonhado objetivo, o técnico Antônio Lopes, que deve seguir no clube para o próximo ano, pediu aos dirigentes algumas contratações. Segundo ele, apesar da qualidade do elenco atual, algumas peças para complementar serão importantes.

– Alguns contratações se fazem necessárias. Acho que temos algumas carências e precisamos ter um elenco mais numeroso – analisou o treinador.

E os dirigentes da MSI não perdem tempo. Os dois primeiros reforços podem vir do Atlético-MG, que foi rebaixado à Série B. Angioni disse que os garotos Ramon, 17, e Renato, 20, podem desembarcar no Parque São Jorge.

Diferente do vice-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, que afirmou que estes jogadores seriam repassados para outro time que tenham relação com a MSI e não ao clube, o diretor da parceria disse que, caso eles sejam contratados, será para o Timão.

– São dois jogadores que estamos monitorando e têm muita qualidade e um futuro promissor. Estamos negociando e eles podem colaborar muito -, disse Angioni.

Outro que interessa ao clube é o meia Rodrigo Tabata. Embora o presidente do Goiás, Raimundo Queiroz, não confirme uma proposta oficial, o dirigente esteve reunido com o presidente da MSI, Kia Joorabchian, no domingo, antes do jogo entre os clubes.

Angioni declarou que este jogador se engrada do perfil desejado para o próximo ano.

– É um jogador jovem , que vai crescer muito ainda – comentou.

A multa rescisória de Tabata, que tem contrato até 2008, é de R$ 13 milhões, segundo o presidente do Goiás. E pode ser negociado. “Sempre preciso vender um ou dois jogadores por ano”, afirmou. “Mas não vendemos por qualquer preço. Os clubes precisam entender que o Goiás não é um time pequeno para se pagar pouco por nossos jogadores”.

O diretor da MSI não quis comentar muito sobre um possível interesse em contratar o atacante Rafael Sobis, artilheiro do Internacional. Angioni apenas cutucou o presidente do Colorado, Fernando Carvalho. O dirigente havia dito que para ceder seu jogador que receber Carlitos Tevez e mais 5 milhões de euros na troca.

– Eu acho que ele deveria conversar com o parceiro que ele tem no jogador – disse, insinuado que o empresário do atacante teria oferecido Sobis ao Timão.

A diretoria também promete segurar todos jogadores, entre eles o goleiro Fábio Costa. Angioni está otimista.

-Já tivemos duas boas conversas e acho que vamos sentar para conversar na próxima semana e definir isso – finalizou Angioni, que espera ainda segurar o meia Hugo.