Levir: ‘Houve acordo tácito para manter o empate’

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de outubro de 2003 as 12:30, por: cdb

Por conta do regulamento da Série B, Botafogo e Marília chegaram à penúltima rodada da segunda fase precisando apenas do empate para assegurar vaga no quadrangular final da competição. E assim aconteceu no duelo desta terça-feira à noite, que só teve futebol até 15 minutos do segundo tempo. Depois, todos se deram satisfeitos com o empate em 2 x 2.

“Não me venha com falso moralismo”, dispara o técnico Levir Culpi, dirigindo-se à imprensa. “O jogo foi muito bonito até que houve o segundo gol do Marília. A partir daí, a partida não foi normal porque todo mundo administrou o resultado”, admitiu o comandante alvinegro.

Levir ressaltou que não houve premeditação por parte dos dois times nem falta de ética. “Tudo se deu dentro da regra. Isso é culpa dos regulamentos mirabolantes que os dirigentes fazem. Se dependesse de mim, o campeonato seria disputado em pontos corridos”, destacou.

O Botafogo encerrará sua participação na segunda fase contra o Náutico, sábado, em Niterói. O volante Túlio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, é desfalque certo e tudo indica que Levir poupará alguns jogadores, pois já pensa na preparação para a última fase da competição.