Lenny Kravitz e cantor iraquiano gravam dueto pela paz

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 26 de março de 2003 as 15:23, por: cdb

Lenny Kravitz é o cantor pacifista do momento. O músico gravou com o pop star iraquiano Kazem Al-Sahir a canção We Want Peace (“Queremos Paz”), somando-se aos protestos de R.E.M., Blur, Beastie Boys, George Michael, John Mellencamp, o brasileiro Tom Zé, entre tantos.

A canção foi gravada na semana passada em Miami, na Flórida, e lançada na última terça-feira diretamente na internet.

O cantor evitou o lançamento no rádio porque várias estações americanas têm vetado colocar no ar músicas de protesto contra o conflito. A faixa pode ser ouvida no web site da organização Rock the Vote (www.rockthevote.org), que promove a conscientização política voltada aos jovens americanos.

Al-Sahir é o mais conhecido cantor iraquiano, daí também por que carrega a função de embaixador cultural do país. Embora seja um cantor romântico, não se furta a protestar contra a guerra.

Em recente entrevista ao New York Times, por ocasião de sua turnê nos EUA, dirigiu a Bush a seguinte mensagem: “Pense nas crianças e na gente inocente. Não deixe eles sofrerem.”

Além do astro iraquiano, a canção-protesto também conta com a participação do palestino Simon Shaheen, nas cordas, e do libanês Jamey Hadded, na percussão.

“Para mim, a música vai além do Iraque. É sobre nosso papel no mundo, sobre o fato de que devemos promover a liberdade e a paz”, diz Lenny.

Hit

De todas as canções de protesto, o maior hit contra a guerra no Iraque até agora é Peacekeeper, um novo single do grupo Fleetwood Mac, que está em 93º lugar na parada Billboard Hot 100. Uma das canções pacifistas mais aguardadas é American Life, de Madonna.