Lei que proíbe abortos tardios e aprovada nos EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de junho de 2003 as 03:59, por: cdb

A lei que proíbe os abortos tardios foi aprovada por 282 a 139. Em março passado, o Senado tomou a mesma decisão diante de um projeto parecido. Agora, os dois textos devem ser ajustados por uma comissão bicameral.

O presidente George W. Bush, absolutamente contrário ao aborto, comemorou a decisão da Câmara dos Representantes.

– Felicito a Câmara por legislar contra os abortos tardios. Esta lei é uma prioridade que vai ajudar a construir uma cultura de vida nos Estados Unidos – disse Bush em um comunicado.

Com esta nova lei, um médico que cometer aborto tardio poderá ser condenado a até seis anos de prisão.