Lars Grael se prepara para o Circuito Oceânico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de abril de 2012 as 08:55, por: cdb
Vela
Velejador é um dos beneficiados pela Lei de Incentivo ao Esporte

Os bons ventos estão à favor do velejador Lars Grael. Um dos 10 atletas beneficiados pela Lei de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado, Lars se prepara para disputar o 7° título nacional no Mini Circuito Oceânico, que acontece de 28 de abril a 1° de maio, em Niterói. Ele também disputará o 7° Distrito da Classe Star, que será realizado em Brasília, entre 17 e 20 de junho. No início do mês, o velejador venceu o Campeonato Brasileiro da Classe Star, em São Paulo.

No Rio, a Lei de Incentivo é um instrumento legal que está apoiando e estimulando atletas como Lars Grael a chegarem ao pódio, e ajudando na realização de eventos culturais e esportivos em todo o território fluminense. Para o medalhista olímpico na vela – que conta com o patrocínio da Light, adquirido por meio dos incentivos fiscais – a lei do governo estadual é uma conquista para os atletas.

– A lei, que incentiva outros estados como São Paulo, gera fomento para o esporte. Espero ver essa iniciativa cada vez mais popularizada também entre os empresários. São muitos os benefícios. Minha parceria com a Light e o Governo do Rio é duradoura, e acontece desde 2008. Durante esse período conquistei várias títulos, entre eles campeonatos brasileiros, sul-americanos e o mundial da classe Star – afirmou Grael.

Incentivo tem importante papel no desenvolvimento da sociedade
O incentivo ao esporte tem importante papel no desenvolvimento socioeconômico do Estado do Rio. Empresas interessadas em patrocinar competições esportivas ganham desconto de 4% no ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). Com o incentivo fiscal, cada empresa utiliza 20% sobre esse desconto para aplicar na ação esportiva.

– Isso é uma vitória para o Rio de Janeiro porque, além de permitir que atletas de alto rendimento tenham condições de treinarem adequadamente para competições internacionais aqui no nosso estado, serve de incentivo para os jovens atletas.
Mais do que a conquista por títulos, medalhas e vitórias, os ensinamentos de companheirismo e disciplina que ensina aos jovens têm valor incalculável – explicou a secretária de Esporte e Lazer, Marcia Lins.
Em busca de novas vitórias
A conquista da competição garantiu a Lars Grael o primeiro título da temporada 2012, incluindo o vice-campeonato sul-americano, conquistado em Angra dos Reis. Este é o 20º título brasileiro na carreira do atleta em classes olímpicas ou pan-americanas e na Vela Oceânica.

Nas competições, Grael conta com o proeiro Samuel Gonçalves, descoberto pelo Projeto Grael e também contemplado pela Lei de Incentivo ao Esporte. Segundo Samuel, de 24 anos, a lei de incentivo é fundamental para a preparação de jovens atletas como ele, que também disputa o Campeonato Brasileiro de Vela Oceânica, no sábado.

– Sou beneficiado indiretamente pela Lei de Incentivo ao Esporte desde 2001, quando comecei a participar do Projeto Grael. A lei é muito importante para estimular os atletas, que muitas vezes não têm como custear os treinos e as despesas com viagens. Precisamos nos dedicar ao esporte full time – disse o proeiro.