Kuerten comprova evolução física

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de dezembro de 2005 as 10:20, por: cdb

Mais do que uma grande exibição técnica, a vitória desta quinta-feira sobre Ricardo Mello foi uma confirmação da evolução física para Gustavo Kuerten. Pelo menos foi o que ele mesmo disse após derrotar o compatriota por 4/6, 6/4 e 6/4 e se classificar para a decisão do Desafio Petrobras de Tênis, que se disputa no Rio de Janeiro.

– Quanto mais joguei, mais melhorei. É um sinal de que houve uma mudança na parte física. Antes era o contrário, quanto mais eu jogava, mais ficava cansado e caía de rendimento. No segundo e terceiro sets acertei boas direitas – continuou o tenista.

O forehand, aliás, foi um golpe que mereceu comentários do ex-número 1 do mundo. Ele negou que tenha mudado a técnica em razão da cirurgia no quadril.

– Estou tentando aprimorar, me apoiar bem para bater a direita para ganhar mais potência. Mas também não posso esquecer da regularidade -.

Segundo as palavras do próprio Guga, a partida foi uma confirmação de outra expectativa. À tarde, ele havia dito que já se sentia em condições de disputar um ATP Tour com “boas chances”.

– Nessas horas essas coisas se confirmam, embora eu já tenha a convicção de que posso jogar em nível de um ATP -.

– O que vai dizer melhor sobre o meu jogo é a seqüência de partidas. São duas aqui no Rio de Janeiro e mais duas ou três em seguida na Argentina – afirmou o catarinense, que está sendo treinado por Hernan Gumy. “Senti a falta de ritmo, mas amanhã vai ser legal. Vou estar mais acostumado com a quadra e enfrentar um cara como o Puerta”.