Kim Cattrall é elogiada como tetraplégica no teatro

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 30 de janeiro de 2005 as 10:13, por: cdb

A atriz Kim Cattrall, que viveu a atirada Samantha do seriado Sex and the City, vem arrancando elogios da crítica britânica em sua estréia nos palcos do país.

Cattrall é a protagonista de uma nova montagem da peça De Quem É a Vida, Afinal?, de Brian Clark. Ela faz o papel de uma escultora que luta pelo direito de morrer depois de ficar tetraplégica em um acidente de carro.

“Que ironia! Kim Cattrall, que mexia cada centímetro de seu corpo como Samantha, agora é forçada a atuar do pescoço para cima”, disse o crítico Michael Bellington, do jornal The Guardian.

“Cattrall está maravilhosa na pele de Claire: por trás da alegria artificial e do sorriso irônico, ela sugere uma mulher que exige a dignidade da escolha e que sofre com a perda da sua sensualidade”, afirmou Bellington.

Atualizações

O texto de Brian Clark foi originalmente produzido para a televisão britânica e escalava um homem no papel principal. Em 1979, Clark o adaptou para que uma mulher assumisse a cena, e a peça estreou na Broadway, em Nova York, com Mary Tyler Moore como protagonista.

Para o espetáculo que está em cartaz no Comedy Theatre, em Londres, o autor fez algumas atualizações.

“Referências a pesquisas com células-tronco, Stephen Hawking e Christopher Reeve só vieram se somar à sensação de que esta é uma peça para 2005. E uma peça inteligente e que desperta compaixão”, diz Benedict Nightingale, do jornal The Times.

“Cattrall tem uma performance muito atraente e comovente, se não levemente enfática”, opina Paul Taylor, do The Independent. “Ela expressa com eloqüência, apenas com seu rosto e sua voz, todos os humores de Claire.”

Prêmios

Aos 48 anos, Cattrall guarda um Globo de Ouro na estante e coleciona uma série de indicações ao Emmy (o “Oscar da TV americana”) e ao próprio Globo de Ouro como melhor atriz coadjuvante por causa de Sex and the City.

Durante seis anos, sua personagem foi a que mais apimentou o seriado: depois de se relacionar com centenas de homens – muitas vezes das maneiras mais explícitas e hilariantes – Samantha enfrenta um câncer de mama.

Sex and the City tirou Cattrall de uma carreira relativamente obscura no cinema – havia participado de filmes como Porky’s e Loucademia de Polícia nos anos 80 e nada de expressivo nos 90, com exceção de Fogueira das Vaidades.

Apesar de ter nascido em Liverpool, esta é a primeira vez que Cattrall atua nos palcos britânicos. Ela passou a maior parte da infância e da adolescência no Canadá, e estudou artes cênicas em Nova York.