Kanaan tenta recuperar a liderança em Fontana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 17 de setembro de 2003 as 13:59, por: cdb

Faltam duas corridas para o fim da temporada 2003 da IRL IndyCar Series e Tony Kanaan, da Andretti Green, tem um só pensamento: se tornar o primeiro brasileiro campeão em uma das categorias mais equilibradas e difíceis do mundo. Neste domingo, no oval de 2 milhas (3,2 km) do Califórnia Speedway, em Fontana (EUA), Kanaan vai tentar realizar uma boa corrida e assim voltar a liderança da temporada para decidir o título na última corrida, no Texas Motor Speedway.
 
Kanaan tem boas recordações da pista de Fontana, porque que foi onde em 1997 conquistou o título de campeão da Indy Lights. “Tenho boas memórias sobre a pista, porque além da Indy Lights, fui o pole position no ano passado, quando ainda corria na Cart”, disse o piloto de 28 anos. “Agora, o que vai acontecer na prova? É lógico que não sei. Mas é bom correr em um lugar onde consegui bons resultados. Não vejo a hora de entrar na pista”, completa Kanaan que tem 425 pontos (3.° lugar) contra 439 do líder Hélio Castroneves (Penske).
 
Sobre a corrida deste domingo, Kanaan sabe que o título para ele poderá ser decidido ao final das 200 voltas (400 milhas) programadas da 15.ª etapa. “É uma corrida importante. Podemos sair da Califórnia com a chance de conquistar o título no Texas (última corrida, dia 12/10) ou podemos sair dizendo: ‘Isso é tudo'”, explica Kanaan, que na última etapa, disputada em Chicago, terminou com a sexta posição, depois de cair para a última posição do grid duas vezes. Mesmo assim, o brasileiro considerou bom o resultado.
 
“Não foi como a gente esperava, mas mesmo assim foi positivo. Conseguimos diminuir a diferença para o Helinho e estamos na direção certa. Agora, nossa equipe vai precisar de sorte desta vez na Califórnia. Espero que isso aconteça”, explicou Kanaan, que está a dois pontos do segundo colocado, o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi), que tem 427 pontos, e três pontos na frente de Gil de Ferran (Penske), o terceiro (422). Lembrando que a vitória na IRL vale 50 pontos.
 
E se depender do brasileiro, um dos mais regulares da temporada 2003, um bom resultado acontecerá. Kanaan estreou este ano na categoria e venceu uma corrida (Phoenix), marcou três poles (Miami, Phoenix e Pikes Peak). Correu 14 provas e terminou onze delas entre os 10 primeiros e oito vezes os cinco primeiros. Este ano, esteve na liderança da temporada por nove corridas. Por causa desses ótimos resultados, o piloto baiano está confiante. “Desde o início estamos brigando pelo campeonato e agora chegou a hora da decisão. Não me importo com pressão e vou continuar trabalhando para vencer, ser campeão”, resumiu.
 
15.ª etapa da temporada 2003 da IRL IndyCar Series
California Speedway (www.californiaspeedway.com)
 
Extensão: oval de 2 milhas (3,2 km) em D
Reta dos pits: 3100 pés (944 metros), com inclinação de 11 graus
Reta oposta: 2500 pés (762 metros), com inclinação de 3 graus
Largura da pista: 75 pés (22,8 metros)
Inclinação nas curvas: 14 graus
Capacidade: 92 mil lugares
Inauguração: 1997
Primeira corrida da IRL: 24 de março de 2002
Em 2002: pole: Eddie Cheever Jr. (EUA), com média de 221,422 milhas por hora
vencedor: Sam Hornish Jr. (EUA), com média de 179,345 milhas por hora
 
Classificação da temporada 2003 da IRL indy Car Series (Os cinco primeiros, após 14 etapas):

1.°) Hélio Castroneves (BRA) – 439
2.°) Scott Dixon (NZL) – 427
3.°) Tony Kanaan (BRA) – 425
4.°) Gil de Ferran (BRA) – 422
5.°) Sam Hornish Jr. (EUA) – 398
21.°) Felipe Giaffone (BRA) – 174