Juventude vence e continua líder

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de agosto de 2002 as 00:02, por: cdb

Flamengo e Palmeiras perderam seus jogos pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, caíram para 19º e 22º colocados na tabela, respectivamente, e mergulharam de vez na crise.

O Rubro-negro perdeu para o Gama por 2×1, no Estádio Serejão, em Taguatinga. Os gols foram marcados por Rafael e Paulo Nunes para os donos da casa. Zé Carlos descontou para os cariocas. Com mais uma derrota, o técnico Lula Pereira pode perder o cargo.

Já o Palmeiras não suportar à pressão do Atlético-PR, na Arena da Baixada, e perdeu por 1×0, gol do atacante Kleber. Mesmo perdendo pela segunda vez consecutiva, o treinador Flávio Murtosa não corre o risco de perder o emprego.

O Juventude venceu o Fluminense, por 2×0, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, e segue líder na competição com 13 pontos. Os dois gols da partida foram marcados pelo atacante Cláudio Pitbull. Com a vitória, o clube gaúcho passou a ser o de melhor aproveitamento no Brasileirão.

Corinthians e Cruzeiro ficaram no empate na clássico da rodada, no Pacaembu. O jogo terminou em 1×1, pior para a equipe paulista que deixou de ser a equipe de melhor aproveitamento no Campeonato Brasileiro, ficando em sétimo lugar com 10 pontos.

O Santos venceu o Paraná por 2×1, de virada, na Vila Belmiro, gols de Léo e Diego. O Peixe soma 10 pontos e está na 3º colocação.

Em Campinas, o Guarani conseguiu um empate contra o Internacional nos acréscimos do segundo tempo. Fernando Baiano marcou para os gaúchos, enquanto Sangaletti descontou para o Bugre aos 47 minutos da última etapa. A equipe do treinador Jair Picerni está em 11º, já o Colorado ocupa o 17º lugar.

O Figueirense conquistou a sua primeira vitória na competição em cima do Bahia, em Salvador. E ainda marcou os seus dois primeiros gols ao bater o Bahia por 2×1.

A média de gols do Campeonato Brasileiro continua baixa. Nesta rodada, em sete partidas foram marcados 16 gols, uma média de 2,28 por jogo. Esta é o segundo pior índice da competição, superando, apenas, a da terceira rodada quando a média foi de 2,25 gols.