Justiça inocenta Palocci: petista quer regular mídia contra abuso

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de junho de 2012 as 13:08, por: cdb

Precisamos regular a atuação dos meios de comunicação no País para que mais reputações não sejam aniquiladas pela atuação irresponsável de parte da mídia brasileira. A declaração do deputado Fernando Ferro (PT-PE), em discurso no plenário da Câmara, nesta quarta-feira (27), ocorreu em função do arquivamento da investigação de denúncia contra o ex-ministro da Casa Civil, Antônio Palocci. Na época, o caso foi amplamente divulgado pela grande mídia brasileira.
“Por vezes, manchetes de grandes jornais e revistas do país promovem um verdadeiro linchamento público de pessoas que são julgadas sem direito a defesa. E quando ocorre a reparação, como nesse caso, ela não recupera o prejuízo causado à imagem da pessoa atingida”, lamentou Ferro.

O inquérito contra o ex-ministro Antônio Palocci teve início em setembro de 2011, após representação do deputado estadual Pedro Tobias (PSDB-SP). Na ação, Palocci era acusado de ter comprado um apartamento e simulado a locação com a ajuda de um “laranja”, como forma de ocultar uma suposta origem ilícita do dinheiro usado para adquirir o bem.

Ao pedir o arquivamento do inquérito, o promotor que investigou o caso, Joel Carlos da Silveira, afirmou que nas investigações “não foram encontrados elementos indicativos de que o apartamento tenha sido comprado por Palocci com dinheiro originado de ato ilícito”. A juíza Cynthia Maria Sabino, acolheu o pedido e determinou o encerramento da investigação.

Fonte: Informes PT

 

..