Justiça determina prisão preventiva de responsáveis pela morte de João Hélio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de fevereiro de 2007 as 22:54, por: cdb

A Justiça do Rio de Janeiro determinou nesta terça-feira a prisão preventiva dos quatro jovens apontados como responsáveis pela morte do menino João Hélio Fernandes Vieites, de 6 anos. Os suspeitos estavam presos temporariamente.

O pedido de prisão e a denúncia contra os jovens foi apresentada nesta terça-feira pelo promotor José Luís Ferreira Marques, da 1ª Vara Criminal de Madureira. O quinto suspeito pela morte é um adolescente. Eles foram denunciados por latrocínio (roubo seguido de morte) e quadrilha armada.
 
Apesar de os quatro terem sido indiciados no inquérito da Polícia Civil também por corrupção de menores, o crime não foi incluído na denúncia. Isso porque o promotor entendeu que o adolescente envolvido no caso não foi aliciado apenas na ocasião.

O promotor afirma que laudos periciais que integram o inquérito comprovam que o grupo sabia que João Hélio era arrastado durante o percurso e fez manobras para tentar se livrar do corpo. De acordo com o TJ (Tribunal de Justiça) do Rio, a pena dos suspeitos pode ser acrescida de mais 50% do total por tratar-se de crime com menor de 14 anos, conforme prevê o artigo 9ª da Lei de Crimes Hediondos.