Justiça de Minas colhe depoimentos de testemunhas da chacina dos sem-terra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de janeiro de 2005 as 01:15, por: cdb

A juíza do Fórum de Jequitinhonha, no Vale do Mucuri, começou a ouvir na quinta-feira 50 testemunhas de defesa no processo que apura as circunstâncias do assassinato de cinco sem-terra, em novembro de 2004, em Felisburgo, na mesma região.

A Justiça indiciou 15 pessoas pela morte dos lavradores. Um deles é o fazendeiro Adriano Chafik, dono da propriedade em que os invasores montaram o acampamento Terra Prometida, palco do massacre.