Justiça bloqueia bens de empresários de Ronaldo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 11 de junho de 2003 as 13:04, por: cdb

O juiz Lafredo Lisboa, da 3ª Vara Criminal Federal, decretou na terça-feira o bloqueio de todos os bens adquiridos nos últimos 14 anos por Reinaldo Pitta e Alexandre Martins, empresários de Ronaldo e de vários outros jogadores.

A medida serva para evitar que os dois se desfaçam dos bens enquanto são investigados por evasão de divisas, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Além disso, a Justiça autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal dos empresários, das empresas Gortin Promoções Ltda. e Passabra Turismo e Câmbio Ltda., das quais ambos são sócios, e de cinco empregados da dupla. De acordo com a sentença, há indícios de procedência ilícita de bens móveis e imóveis.

Martins e Pitta estão sendo investigados por envolvimento no escândalo do propinoduto, em que alguns fiscais do Estado do Rio de Janeiro são acusados de mandar ilegalmente cerca de US$ 34 milhões à Suíça. Os empresários são apontados como intermediários na transação.