Jundiaí é destaque no jornal O Globo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de março de 2012 as 15:04, por: cdb

O desenvolvimento econômico e sustentável alcançado por Jundiaí nos últimos anos rendeu nesta terça-feira (27) grande destaque para o município no caderno Razão Social, do jornal O Globo. Em oito páginas, a reportagem de um dos principais suplementos de sustentabilidade da mídia brasileira enfatiza, entre outros assuntos, a vinda de empresas que, nos últimos anos, tem impulsionado a economia e, consequentemente, a arrecadação municipal e o retorno destes impostos em investimentos que promovem a melhoria da qualidade de vida das pessoas, sem abrir mão da preservação ambiental.

Jundiaí recebe destaque em nível nacional

A pujança do setor industrial, que conta com pelo menos 1.286 empresas instaladas e emprega 60 mil pessoas, ganhou destaque pelo fato de responder por 31,7% do PIB (Produto Interno Bruto) da cidade. Na reportagem, a taiwanesa Foxconn que, em Jundiaí, fabrica os telefones e tablets da marca Apple, recebeu atenção especial por ser geradora de, aproximadamente, cinco mil empregos.

Com a Aglomeração Urbana, Miguel vai trabalhar pelo crescimento da região

Com o título “Cidade do Interior com jeito de megalópole”, o caderno enfatiza ainda que o crescimento de Jundiaí está amparado no tripé, sustentabilidade, desenvolvimento econômico e aspectos sociais.

A tese da jornalista é comprovada pelos indicadores econômicos e sociais alcançados pela cidade, como no caso do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e Fundação Seade.

“Os ganhos já foram muitos: em oito anos, o Produto Interno Bruto da cidade cresceu 152% e, ao mesmo tempo, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) passou de 51º para 4º no Estado de São Paulo, segundo as Nações Unidas”, destaca a jornalista Camila Nóbrega.

A reportagem ainda faz enfatizou também o saneamento básico, transporte coletivo, com integração de ônibus, e o serviço de coleta seletiva, que conta com grande adesão popular. Uma conscientização que ajudou a cidade a ser a primeira a implantar o fim das sacolas plásticas nos supermercados, trazendo para os olhos do Brasil para Jundiaí.

Com o prefeito
O jornal conversou ainda com o prefeito Miguel Haddad que aposta na industrialização como meio para o desenvolvimento. Miguel comentou ainda sobre sua preferência por empresas de tecnologia, de alto valor agregado e que geram emprego sem provocar impactos ambientais e sobre o veto às indústrias pesadas.

O crescimento urbano monitorado foi outro destaque da entrevista com o prefeito que defendeu que “Crescimento não significa inchaço. Nosso IDH hoje é 8,2. Com planejamento, é possível colocar o crescimento em função da qualidade de vida”. Sobre as cidades vizinhas, Miguel defendeu a criação da primeira aglomeração urbana do Estado, que tem Jundiaí como cidade sede, como uma alternativa para fazer a região se desenvolver como um todo. “É importante o desenvolvimento dessas cidades. Não basta só Jundiaí se desenvolver”, defendeu o prefeito.

Fotos: José Aparecido dos Santos