Juiz assassinado será enterrado em São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 15 de março de 2003 as 11:50, por: cdb

O corpo do juiz José Antônio Machado Dias, de 47 anos, executado a tiros na noite da última sexta-feira (14), em Presidente Prudente, já deixou a sede da Ordem dos Advogados do Brasil, daquela região, e está sendo trasladado para a capital onde será velado a partir do meio dia, no salão nobre do Tribunal de Justiça de São Paulo, no centro da cidade. O sepultamento ocorrerá às 17 horas no cemitério São Paulo.

O juiz era corregedor de presídios daquela região e que inclui o de Presidente Bernardes, considerado de segurança máxima, e para onde foi levado o traficante Luiz Fernando da Cosa, o Fernandinho Beira-Mar. Nesta unidade também estão líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Na última sexta (14), logo após deixar o fórum de Presidente Prudente, por volta das 18 horas, o carro do juiz foi interceptado por um Fiat Uno Branco, de onde foram feitos quatro disparos de uma pistola automática de calibre 9 mm, dois deles atingiram a cabeça do promotor.

Equipes da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) estão em Presidente Prudente para investigar o caso. A hipótese é de que o assassinato foi praticado por integrantes do crime organizado.