‘José Alencar jamais baixou a cabeça perante a morte’, afirma Sarney 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 30 de março de 2011 as 11:35, por: cdb

Na primeira homenagem a José Alencar em Brasília, quando da chegada do corpo do ex-vice-presidente da República à Base Aérea, na manhã desta quarta-feira (30), o presidente do Senado, José Sarney, ressaltou que o empresário e político mineiro “jamais baixou a cabeça perante a morte”.

– É essa a lembrança que ele deixará para sempre para o Brasil – afirmou Sarney.

O presidente do Senado lembrou a origem humilde de Alencar e sua trajetória “até chegar a presidente da República, [cargo] que tantas vezes ele exerceu sempre com muita dignidade e respeito nacional”.

Para Sarney, Alencar é um exemplo de político, de correção e de coragem, nas ocasiões em que precisou “concordar ou discordar”. Mas também é um exemplo de vida.

– Ele foi um gladiador pela vida. Não só mostrou coragem durante sua luta contra a doença, mas também foi exemplo para todos os brasileiros que sofrem – disse Sarney.

Ao reforçar as palavras de Sarney, o vice-presidente da República, Michel Temer, destacou o “legado extraordinário” que Alencar deixa à nação.

– Perde o Brasil um grande brasileiro e ganha o céu uma grande figura – observou Temer.

Michel Temer disse considerar Alencar um exemplo como vice-presidente da Republica.

– Eu procuro sempre seguir seu exemplo. Se eu conseguir, de alguma maneira, ainda que minimamente, reproduzir alguns de seus gestos cívicos, já me darei por satisfeito na minha gestão de vice-presidente – afirmou Temer.

Também presente à Base Aérea da Brasília o presidente da Câmara, Marco Maia, ressaltou que José Alencar é “um símbolo de esperança e de patriotismo”.

Iara Guimarães Altafin / Agência Senado