Jornalista é demitido por criticar jornal em seu artigo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 22 de agosto de 2001 as 22:29, por: cdb

Apesar da Constituição garantir a imunidade sindical, o diretor e ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissinais do Rio Grande do Sul, Celso Schröder foi demitido por criticar o jornal Correio do Povo em um artigo publicado no site ColeTiva.net.rn. Para dar um exemplo sobre falta de ética e censura no jornalismo, o também diretor da Federação Nacional dos Jornalistas criticou a proibição do nome de Antonio Britto, também jornalista e ex-governador do estado, sair no jornal. No artigo, Schröder ediz que é um atentado à democratização da informação porque os movimentos políticos do ex-governador interessam sim à sociedade e ele é um hopmem público, sem entrar na defesa de Ant6onio Britto mas apontando a retaliação ao político exercida no veículo do empresário Renato Ribeiro.or.

Diante disso, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul, em repúdio à demissão arbitrária de seu diretor, realizou manifestação em frente ao jornal, sexta-feira, dia 17. Com apoio da CUT/RS, o presidente do Sindicato, José Carlos Torves, informou à população sobre a intransigência da empresa, que não sabe receber críticas e não reconhece a natureza pública da sua área de atuação. Foram distribuídos adesivos denunciando o ataque contra a liberdade de imprensa., Em frente ao jornal, dirigentes do sindicato, da Cut e dezenas de manifestantes protestam contra a demissão do jornalista e à censura à informação.