Jornal norte-coreano diz que pressão dos EUA pode levar a guerra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 24 de junho de 2003 as 18:48, por: cdb

A pressão dos Estados Unidos para fazer a Coréia do Norte abandonar suas ambições nucleares pode levar, a qualquer momento, a uma guerra na região, disse um jornal norte-coreano na terça-feira.

O mais recente ataque verbal do país comunista acontece quando o presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun, prepara sua viagem para a China, um dos poucos aliados da Coréia do Norte.

A viagem deve acontecer no próximo mês e um de seus objetivos será a discussão do impasse nuclear entre os norte-coreanos e os norte-americanos.

– A situação na península coreana está cada vez mais tensa devido às manobras abertas do grupo de Bush para sufocar a Coréia do Norte – disse o jornal Minju Joson, segundo a agência de notícias do país KCNA.

– A confrontação entre a Coréia e os EUA pode levar, a qualquer momento, a uma guerra – acrescentou a publicação, controlada diretamente pelo gabinete norte-coreano.

A Coréia do Norte já havia dito que o governo Bush tinha por objetivo derrubar sua liderança por meio de um ataque militar. O presidente norte-americano acusou o país asiático de pertencer a um “eixo do mal” ao lado do Irã e do Iraque pré-guerra.

O jornal também repetiu as declarações anteriores da Coréia do Norte de que o país tinha direito de tomar medidas de defesa e que as tomará.

Ra Jong-vil, o principal conselheiro do presidente sul-coreano para assuntos de segurança nacional, deve voar para a China na quarta-feira a fim de preparar a visita de Roh.

Em abril, o governo da China patrocinou um encontro entre autoridades norte-coreanas, chinesas e norte-americanas. Nessa rodada de negociações, a Coréia do Norte disse possuir armas nucleares e declarou estar pronta a fabricar mais delas e a provavelmente testá-las ou transferi-las para outros países.