Jornal diz que Mick Jagger está evitando a rainha Elisabeth II

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 28 de setembro de 2003 as 22:35, por: cdb

Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones, está evitando ir ao palácio de Buckingham para receber da rainha Elizabeth II da Inglaterra o título de Caballero da Ordem do Império Britânico, publicou, neste domingo, o The Sunday Times.

Desde junho do ano passado, quando foi anunciado oficialmente a concessão da distinção, o lendário roqueiro desperdiçou nada menos que 20 oportunidades nas quais a rainha poderia lhe ter nomeado cavalheiro e lhe concedido o título de Sir.

O palácio de Buckingham pediu várias vezes a Jagger, de 60 anos, que se apresentasse na residência oficial da rainha, mas o cantor alegou problemas de tempo e agenda.

– Jagger ainda não nos respondeu para fixar um data – comentou um porta-voz palaciano ao citado jornal, ao qual destacou que a temporada de atividades outonais começa na próxima semana.

Entre as personalidades que receberão o título de Sir está o ator Roger Moore, famoso por interpretar o agente 007, James Bond.

No entanto, um porta-voz de Jagger afirmou, neste fim de semana, que o líder dos Stones “não tem tempo” para ir ao palácio de Buckingham em outubro por estar ocupado na turnê mundial da banda, cujo último concerto acontece na quinta-feira.

– Então, Mick descansará e depois prestará mais atenção à data na qual poderá ir ao palácio – explicou o porta-voz. Em novembro pode haver inconvenientes, pois o roqueiro estará, mais uma vez, “ocupado”, completou.

Embora o porta-voz tenha dito que Jagger, “contente” por ser cavalheiro do império britânico, receberá o título, um amigo do roqueiro disse ao jornal que o cantor sentiria vergonha de apresentar-se a Elizabeth II porque “odeia se vestir como manda a etiqueta”.

Philip Norman, biográfo de Jagger, acha que o músico não sente grande devoção pela família real britânica.

Como exemplo, Norman contou um caso: “Uma vez Mick foi apresentado ao príncipe Charles (herdeiro do trono) e permaneceu com as mãos nos bolsos. Foi muito grosseiro”.

No ano passado, Keith Richards, guitarrista dos Rolling Stones, criticou duramente Jagger por aceitar o título de Sir. Sua irritação era tanta que ele esteve perto de abandonar a turnê mundial do grupo.