Jornais norte-americanos dizem que filhos de Saddam fugiram para a Síria

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de junho de 2003 as 10:10, por: cdb

Um ex-funcionário graduado do governo iraquiano disse a jornais americanos que ele e os filhos de Saddam Hussein, Uday e Qusay, fugiram para a Síria depois de o país ser atacado por forças americanas.

A informação foi publicada pelos jornais The New York Times e The Washington Post.

Os três homens depois retornaram ao Iraque, após de terem sido expulsos de Damasco pelas autoridades, ainda de acordo com os dois jornais.

Abid Hamid Mahmud al-Tikriti disse em um interrogatório que ele, Uday e Qusay Hussein estavam com Saddam depois que a guerra começou, mas o grupo depois se dividiu, dizem as reportagens.

Esforços de busca

Funcionários do governo dos Estados Unidos alertaram para o fato que a informação ainda precisava ser checada e confirmada.

Espiões americanos interceptaram conversas recentemente no Iraque sugerindo que Saddam Hussein e seus filhos ainda estão vivos e se encontram no Iraque. Por causa disso, os esforços para encontrá-los e capturá-los foram intensificados.

Mahmud al-Tikriti foi capturado no Iraque no início desta semana.

Na sexta-feira, o administrador americano para o país, Paul Bremer, disse à BBC que a prisão de Saddam e de seus dois filhos ainda é o principal objetivo dos Estados Unidos.

Mahmud al-Tikriti foi interrogado ao longo dos últimos quatro dias por agentes americanos.

Ele era um dos assessores mais próximos a Saddam Hussein.