Jorge Viana cobra agilidade na liberação de recursos para municípios atingidos por enchente no Acre 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 15:33, por: cdb

Em pronunciamento nesta terça-feira (28), o senador Jorge Viana (PT-AC) cobrou agilidade do governo federal no reconhecimento do estado de calamidade pública em municípios atingidos pela enchente do rio Acre, sobretudo a capital Rio Branco e a cidade de Brasiléia, na fronteira com a Bolívia.

Jorge Viana também cobrou a liberação de recursos para ações de emergência, ressaltando que o Acre atualmente vive a maior tragédia natural em 100 anos de história, com oito dos seus 22 municípios em situação grave devido à enchente do rio Acre, que já se encontra 3,6 metros acima da sua cota de transbordamento, de 14 metros.

Mais de 24 mil imóveis já foram atingidos pela enchente em Rio Branco, onde um terço da cidade está debaixo de água, com alagamentos em 28 bairros e 14 comunidades rurais, disse Jorge Viana, que em seu pronunciamento agradeceu as atitudes de solidariedade manifestadas até o presente momento ao povo acriano.

O senador lembrou ainda que o Acre viveu outras grandes duas enchentes, em 1988 e 1997, embora com menos prejuízos que a inundação atual. Ele lembrou que na enchente de 1988 o então presidente da República, José Sarney, anunciou algumas medidas em favor da população local, como a liberação de recursos para a reconstrução de imóveis.

Em aparte o senador Eduardo Braga (PMDB-AM) solidarizou-se com o povo do Acre, ressaltando que as diversas esferas de governo podem ajudar na reconstrução do estado.

Presente em Plenário, Sarney também manifestou solidariedade a Jorge Viana e à população do Acre. Em seu aparte, ele disse que a presidente Dilma Rousseff vai atender as solicitações da bancada federal e da população local.

Já o senador Sergio Petecão (PMN-AC) reiterou que a bancada federal do Acre está unida nesse momento em busca de recursos para a reconstrução dos municípios atingidos pela enchente.

Por sua vez, o líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR) disse que o governo federal agiu rapidamente na enchente que atingiu Roraima em 2011, e que o mesmo deverá se repetir agora em relação ao Acre.

Antes de concluir seu pronunciamento, Viana também foi aparteado pelo senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), que prestou solidariedade ao povo acriano.

Da Redação / Agência Senado