Jogadores do Santos querem aproveitar a velocidade da bola

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 13:08, por: cdb

Os jogadores do Santos não estão gostando nem um pouco de ter de jogar na altitude de Cuzco, nesta quarta-feira, contra o Cienciano, pela Copa Sul-Americana. Mas, já que é inevitável, eles querem pelo menos tirar proveito de um aspecto de se jogar a 3.600 metros acima do nível do mar: a velocidade da bola.

Em função do ar rarefeito, a bola ganha muita velocidade. Assim, o Santos poderá se beneficiar, porque tem quatro bons batedores de faltas: o lateral Neném, os zagueiros André Luís e Alex e o meia Elano. “A bola corre muito. Eu acho que uma falta poderá decidir a partida, sim”, disse o zagueiro Alex.

Segundo Elano, o segredo é fazer a bola correr, e não os jogadores. “Com isso, e uma forte marcação, podemos voltar para o Brasil com a classificação”, disse o meia. Vale lembrar que o Santos precisa vencer, já que empatou o jogo de ida na Vila Belmiro por 1 x 1.